Produtos de Naoto Fukasawa

Naoto Fukasawa nasceu em Yamanashi, Japão, em 1956, e formou-se pela Universidade de Arte de Tama em 1980. A sua carreira começou na Seiko Epson, onde ele projetava produtos, tais como relógios de pulso com TV e mini-impressoras usando microtecnologia.

Depois mudou-se para os Estados Unidos e, em 1989, entrou na empresa de design de São Francisco ID Two, a antecessora da IDEO. Lá, trabalhou em uma série de produtos relacionados à indústria de eletrônicos e computação do Vale do Silício. Também esteve envolvido no desenvolvimento de uma linguagem de design e um conceito de design para a Apple.

Em 1996, ele voltou ao Japão para iniciar e liderar o escritório da IDEO em Tóquio. Além de atuar como consultor de design de muitas grandes empresas japonesas, ele também realizou uma série de workshops para jovens designers, chamados de “without thought” (sem pensar). A ideia por trás disso, diz Fukasawa, “é que as pessoas pensam que o design é algo que recorre às suas emoções, mas na verdade as pessoas estão ligadas a algo todos os dias em seus ambientes, de forma inconsciente, sem sequer perceberem isso. Esse estado ‘irracional’
suaviza as ações. Ao passo que, se pensarmos atentamente no que estamos fazendo, nossas ações se tornam incômodas ou desajeitadas. Os designs que nos fazem sentir esse tipo de simplicidade não se destacam, e sim entrelaçam-se com as ações das pessoas e também com o ambiente”.

Foi durante o primeiro workshop que Fukasawa teve a ideia de um CD player montado na parede, que foi lançado pela MUJI e conquistou grande popularidade em todo o mundo. Em 2004, o Museu de Arte Moderna em Nova York o selecionou para a sua coleção permanente.

“Design é significa observar de forma objetiva”.

- Naoto Fukasawa

Em 2003, ele fundou a Naoto Fukasawa Design, onde um de seus primeiros projetos foi o telefone celular INFOBAR, que virou um líder de design no Japão. Ele também deu início à marca de eletrodomésticos e diversos ±0, juntamente com a loja de varejo ±0 em Tóquio.

Fukasawa trabalhou no desenvolvimento de produtos para muitas marcas e empresas renomadas em todo o mundo, e já ganhou inúmeros prêmios por seus esforços. A sua associação com a Magis resultou na família Déjà-vu de móveis para residência, que se distingue pelo uso de extrusões de alumínio em forma de D. “Esta extrusão em particular nos permitiu dar origem a uma família inteira de produtos”, diz Fukasawa.

Em 2007, a cadeira Déjà-vu deu à Magis o prêmio de Melhor Item da Interior Innovation Award, IMM, em Colônia, e em 2008 foi indicada para o prêmio Designpreis der Bundesrepublik na Alemanha.

Fukasawa ainda gosta de trabalhar com designers jovens e, no momento, leciona ou faz palestras em várias instituições, inclusive na Universidade de Arte de Musashino, na Universidade de Arte de Tama e na Escola de Pós-Graduação da Universidade de Tóquio.